Rua Nicolau Monteiro 137, Sala 101 - Vargem Alta - ES
+55 (28) 3528-1840
contato@eximea.com.br

Exímea, Produtividade e Segurança em forma de máquina

Impregnador a Sulfato de Magnésio -

Pergunte sobre o equipamento

Especificações Técnicas

Detalhes técnicos específicos para Queimador a gás para Tanque de Mistura:
Instalação: Tanque 1000 litros Rendimento: 100%
Condição de trabalho 1: 20 - 90ºC Condição de trabalho 2: 50 - 90ºC
Capacidade máxima: 70.000 kcal/h Contra pressão: 0 mm.C.A
Tempo de aquecimento: 2 horas Rendimento considerado: 60%
Combustível: Gás natural Pressão do gás: 1,0 kgf/cm²
Vazão aprox.: 8,00 Nm³/h PCI: 8.600 Kcal/Nm³

Construção: Monobloco Partida: Automática
Quantidade: 01 unidade Tensão motriz: 220 V monofásico
Operação: 01 estágio Tensão de comando: 220V

Características

Dois conjuntos aquecedores de água através de Queimadores a Gás natural, instalado um no tanque de preparação e outro no tanque de impregnação. Capacidade de aquecimento no total de 4.000 litros de água da temperatura ambiente (20ºC) até a temperatura de 90ºC no tempo aproximado de 2 horas, o que corresponde a uma potência total de 270.000 KCal. Cada equipamento dispõe de motor elétrico, bocal de queima, tubo de chama, eletrodo de ignição, eletrodo de ionização, programador de combustão e supervisor de chama, pressostato de ar. Possuem também, uma linha completa de admissão de gás natural composto de válvula de bloqueio manual, filtro de pressão, manômetro com válvula de alívio, válvulas de bloqueio automático classe 1, pressostato de máxima.

Informações sobre a Norma Regulamentar (NR-12)

De forma a proporcionar maior segurança aos usuários e operadores das máquinas, foram implementadas algumas medidas preventivas e instalação de novos dispositivos de segurança, como descrito abaixo. Serão instaladas duas chaves de emergência tipo cogumelo com duplo contato, nas extremidades da máquina de forma a garantir seu total desligamento pelo seu operador ou qualquer pessoa próxima capacitada com maior agilidade e rapidez, caso haja algum incidente ou anormalidade no funcionamento da máquina.

As grades de proteção móveis, serão supervisionadas por chaves magnéticas, de duplo contato, que detectará qualquer movimentação da mesma, no caso de tentativa de abertura durante a operação de corte e fará com que o sistema de segurança cesse, imediatamente, toda a operação. Toda e qualquer intervenção que seja feita na máquina, seja atuando um sensor de segurança ou “batendo-se” as emergências da máquina, fará com que toda a máquina entre no modo de emergência e pare seu total funcionamento imediatamente. Só será liberado seu funcionamento novamente, no momento em que as falhas forem verificadas, “resetadas” e dado novo comando de inicio no processo.

Todos os mecanismos de segurança (Chaves magnéticas e botões de emergência) serão monitorados individualmente por relés de segurança dedicados, que ficam a todo tempo.

Monitorando cada dispositivo de segurança e a si mesmo, ou seja, caso haja alguma falha interna no relé, seja por mau contato, presença de pó, ou eventual dano ao dispositivo, o mesmo entra em erro e gera falha no sistema, bloqueando então sua operação. Todos os dispositivos de segurança continuarão ativos mesmo no modo de operação manual. Todo o processo da máquina, automático ou manual, é montado de forma a garantir que seus operadores não tenham a necessidade de ficar em contato direto com as áreas de risco da máquina, será apenas necessário que o operador alimente a máquina com a peça a ser cortada, e dê um comando de START para que o processo seja iniciado e finalizado automaticamente.